SR62

Filme visto em: 10 de Fevereiro de 2014 | Cine Top Center 3

SINOPSE

Baseado no bestseller “A menina que roubava livros” conta a linda história de uma corajosa garota que transforma a vida de todos ao seu redor quando é levada para viver com sua nova família na Segunda Guerra Mundial na Alemanha. Ela aprende a ler com o incentivo de sua nova família e Max um judeu refugiado que eles escondem em sua casa. Para Liesel e Max o poder das palavras e da imaginação se transformam em uma forma de escapar dos tumultuosos eventos que acontecem ao seu redor. A Menina que Roubava Livros é uma história sobre sobrevivência e resistência do espírito humano

CRÍTICA RENEGADA

Fala galera renegada, estou aqui hoje pedindo licença ao Bob para falar de um dos filmes mais aguardados de 2014 (pelo menos para mim). E tenho que ser sincero ao dizer que ainda estou confuso sobre os meus sentimentos sobre o filme.

Quando terminei de ler o livro (que vocês podem ler a resenha AQUI) uma das minhas maiores preocupações era se o filme conseguiria passar a narrativa sombria e genial que Markus Suzak passa em sua obra. Em relação a isso não me decepcionei, a voz e a forma de narrativa condizem muito bem com a estória. Mas existem outros fatores que me deixaram em dúvida sobre a obra sendo adaptada para o cinema.
Antes de começar a me explicar e esquivar dos objetos que serão jogados, quero dizer que o filme é muito bom. Ele realmente te envolve com os personagens e acontecimentos, mas eu cometi um erro muito sério: eu li o livro antes de ver o filme.

Apesar de eu ter gostado muito do filme, eu o achei muito covarde em relação a estória original. Uma palavra que pode definir melhor é: raso. Um filme raso em frente a profundidade do livro.
Várias cenas no livro nos mostram a realidade de como era o dia a dia durante a segunda guerra para os alemães comuns, que não estava contentes com a guerra. O filme já não conseguiu mostrar essa mesma perspectiva. Uma cena emblemática que mostra o quanto filme foi limado é a cena do “Eu odeio Hitler”. Quem leu o livro saberá do que eu estou falando, e você que não leu, por favor leia.

E sim, veja o filme.

Se ele não foi tão profundo quanto o livro, ele é perfeito em outros aspectos. Ambientação, figurino, fotografia, os atores. Tudo foi feito com perfeição. Na verdade, se você não ler o livro você vai achar que estou sendo duro demais em minha crítica, e se você continuar não lendo o livro, será a mais pura verdade.

NOTA: icon_pubjoe_clapicon_pubjoe_clapicon_pubjoe_clapicon_pubjoe_clap

Nome Original: The Book Thief
Direção:
 Brian Percival
Elenco:  Sophie Nélisse, Roger Allam, Heike Makatsch, Julian Lehmann, Gotthard Lange, Emily Watson
Roteiro: Markus Suzak, Michael Petroni
Produção: Karen Roselfet, Ken Blancato
Gênero: Drama, Guerra
País: EUA, Alemanha
Duração: 131 min.
Ano: 2013
Estúdio:  20th Century Fox
Classificação: 10 Anos

Assinatura Mike

  • kells

    Boa crítica Mike! Eu ainda não vi o filme, mas verei essa semana. E sobre ser raso, eu meio qur ja esperava isso, depois de tantos livros bacanas tendo adaptações ruins

  • Mike

    Mas o filme é bom Kells… vale a pena assistir!!!