Vitrine_Orphan_Black 2

Hey people renegada, beleza?

Me diz, o que você faria se descobrisse que existem outras pessoas iguais você espalhadas pelo mundo? E quando digo iguais, não me refiro a gêmeos que se separam ou a simples similaridades físicas… O que eu quero dizer é: O QUE VOCÊ FARIA SE DESCOBRISSE QUE TEM CLONES SEUS ESPALHADOS PELO MUNDO?

Essa é a premissa de Orphan Black, série canadense de ficção científica, co-produzida pela BBC America junto com a emissora Space. O plot principal é simples: Sarah Manning, uma das inúmeras interpretações da atriz Tatiana Maslany (você vai entender o porquê), descobre, bem ao acaso, na verdade, que existem diversos clones dela espalhados pelo mundo todo. De repente, ela vê sua, já bem bagunçada vida, virar de pernas para o ar ao perceber que tudo que imaginava saber sobre si cai por terra.

Tatiana-Maslany-in-Orphan-Black

A série é focada em quatro das inúmeras clones que aparecem já no decorrer da primeira temporada: a própria Sarah que tem uma vida conturbada e faz tudo para ajeitar  sua situação para poder ter a guarda de sua filha, a garotinha Kira; Alison, uma típica dona de casa média, com um jardim cercado, um marido certinho e dois filhos adotados; Cosima, uma jovem cientista extremamente inteligente e homossexual e Helena, uma mina piradaça que foi criada por uma seita religiosa extremamente conservadora que vê os clones como aberrações a serem aniquiladas e essa é exatamente a missão da clone a là Shakira! Temos também, ao final da primeira temporada, a apresentação de Rachel, presidente da DYAD (guarde essa sigla, ela se tornará importante!). O fatídico destino da policial Beth Childs, também uma clone, junta todas essas pessoas, tão aparentemente diferentes, com um objetivo comum: desvendar todo esse mistério!

clones_orphan-black

É aí que vemos o quanto Tatiana Maslany é uma atriz SENSACIONAL! Todas as personagens são vividas por ela – a dublê só é usada para a marcação de cena – e é nítido o trabalho sério de construção de todas elas e, principalmente, o quanto elas são diferentes! Esse não é um caso daqueles que vemos um ator interpretando seu irmão gêmeo e eles são tediosamente iguais… Cada ato que podemos ter contato com a interpretação fantástica de Maslany é um colírio para os olhos! QUE ATRIZ FANTÁSTICA!!!

Veja aqui um vídeo MUUUUUUUITO LEGAL que mostra como Tatiana Maslay consegue ser várias ao mesmo tempo!

E uma das coisas que mais me atrai e me torna fã de Orphan Black é a mitologia por trás: há o olhar científico sobre a clonagem, o fanatismo religioso que a condena e deseja eliminá-la ao mesmo tempo em que também a encara como algo divino, os personagens coadjuvantes que ajudam muito no desenvolvimento da trama e ainda há o conflito dessas mulheres que se descobrem parte de uma história que elas nunca tiveram a intenção de participar. Como você lidaria ao descobrir que você não é único (a) como vivem dizendo por aí?

A partir de tudo isso, Sarah, Cosima e Alison tentam, a todo custo, desvendar os segredos que as rodeiam e, primeiramente, destruir a DYAD, empresa por trás das clonagens, ao mesmo tempo em que Rachel defende a organização e Helena tenta cumprir sua missão e ainda encontrar seu lugar no mundo.

orphan-black_scene

A primeira temporada de Orphan Black foi um enorme sucesso! Rendeu a uma emissora canadense diversos prêmios (exceto o injustiçado Emmy do ano passado em que Tatiana sequer foi indicada #absurdo. Que esse ano a justiça seja feita!) e fãs ardorosos por todo o mundo que se admiraram com a versatilidade e a competência de Tatiana Maslany e abraçaram toda a mitologia sci-fi que a série abordou. A segunda temporada, recentemente encerrada, resolveu histórias deixadas na primeira temporada, desenvolveu tantas outras e prometeu uma terceira temporada cheia de informações novas.

De qualquer forma, é fato que Orphan Black é uma das séries mais hypadas e de boa qualidade na TV atual que tem, infelizmente, nos dado muita coisa ruim por aí. Mas se você curte uma boa ficção científica, um lance de clonagem, umas tramas mirabolantes com resoluções fantásticas, com toda a certeza, Orphan Black é para você! E cuidado, se você, algum dia, trombar com alguém idêntico (a) a você, essa pessoa pode ser mais do que simplesmente um parente distante, PODE SER VOCÊ!

assrobs