“Toda canção de amor tem um fim…”

UCPJp

SINOPSE

Quando Megan Bright chega ao hospital para a sua primeira sessão de quimioterapia, encontra apenas um adolescente de sorriso marcante: Jackson Dawes.

No hospital, todos adoram Jack. Menos Megan. Ela não entende quem é aquele garoto que usa chapéu e simula tocar contrabaixo no suporte do soro.

Jack é um turbilhão de vida e alegria, e é impossível não se contagiar.

Na ala das crianças, ele se comporta como uma delas; na dos idosos, consegue fazer com que os velhinhos se sintam crianças novamente e esqueçam suas dores.

Aos poucos Megan, Megan começa a se sentir cada vez mais atraída por ele e envolvida em seu otimismo extraordinário. O astral de Jack a faz sentir-se mais e mais otimista e a ajuda a enfrentar essa difícil etapa do tratamento.

Uma canção para Jack é uma comovente e inspiradora história de amor e amizade, que fará você enxergar a vida de um outro jeito.

RESENHA

Sim, Uma canção para Jack vai partir o seu coração. Mas, ao mesmo tempo, ele vai te encher de sentimentos. Sabe aquela sensação do seu coração estar queimando? Pois é.

O livro te faz lembrar que as doenças não discriminam gênero, idade ou raça. Elas atacam todos. Quem você odeia e quem você ama.

E isso é realmente muito cruel.

Megan Bright, quase 14 anos, se vê na ala pediátrica de um hospital do câncer. Sim, pediátrica. Vemos crianças e bebês brincando, pulando, correndo, chorando e recebendo seu tratamento. A garota começa a se perguntar, porquê ali?!

Mas por quê, se ela não se sentia doente? Por que não abriam a cabeça do Homem-Sapo? Para ver se tinha um cérebro, já que ele tinha entendido tudo errado. Devia estar pensando em outro paciente. Provavelmente, aquela enfermeira idiota da boca pequena tinha lhe dado a pasta errada. Devia haver outra Megan Bright. Era isso que devia ter acontecido.

Fácil. Facinho. E, mesmo assim, a menina começou a tremer. Não estava frio na sala, mas ela tremia como vara verde. Alguém pegou na sua mão. O pai. Megan teve que se certificar, porque agora tudo parecia muito estranho. Sentia-se uma estrangeira, alguém que não entendia a língua, alguém que faria qualquer coisa para ouvir uma palavra conhecida.

Ao longo do livro, podemos perceber o quanto o personagem de Megan se desenvolve. Imagina o quanto é doloroso ter que ficar em um hospital por tempo indeterminado e ficar com a dúvida de como os seus amigos e parentes reagiriam diante de você.

E então conhecemos Jackson Dawes, um garoto sorridente, que parece estar sempre procurando alguma bagunça para fazer. Tudo é uma aventura para ele e não dá para ignorar o carisma dele ao ver o quanto o garoto procura ajudar os outros a esquecer a dor da doença.

Uma canção para Jack não é um livro sobre um romance. É um livro sobre como nos relacionamos com o próximo. Como uma amizade verdadeira pode surgir de uma condição adversa.

É um livro triste sim, sem dúvida disso, mas também é um livro que vai te trazer sorrisos e aquele sentimento de esperança e luz no fim do túnel. É um livro que afirma que sim, nós estamos vivos.

Veja abaixo, o book trailer dele.

ASSINATURAMIHO2
Sigam a Miho no Twitter: @miho_renegados

  • Great!!!!!

  • Miho!

    Quero ter meu coração partido por este livro. <3

    Me lembrou bastante "A Culpa é das Estrelas", mas tenho certeza que ele tem seus ingredientes próprios.

    E tenho que elogiar o book trailer <3 Ficou muito fofinho, e com cara de book trailer, sabe. Muito bacana, parabéns pra vocês todos 🙂

    Beijão!

  • Pingback: RC #97 | JIM CARREY | Renegados Cast()