“Para os Lost Kids, se perderem foi só o começo da aventura”

Vitrine_Post_ER_LOSTKIDS

Sinopse:
Quando JJ perde os pais adotivos em um acidente de carro, ela vai morar com os padrinhos e o melhor amigo, Tommy, um garoto sonhador que mais vive dentro de seu caderno e suas grandes aventuras do que no mundo real.
No dia seguinte, um misterioso pacote chega endereçado a JJ e junto de Tommy, Kate, Peter, e Sarah, ela decide abri-lo. Tomados por luz, os cinco jovens desaparecem do corredor escolar e são transportados para um fantástico mundo de magia, tecnologia Steampunk e muita aventura.
Como irão retornar para casa? Por que os desenhos de Tommy parecem tão familiares? O que é Samarkand? E qual a sua importância?

Resenha:
A primeira coisa me cativou ao finalmente ver o projeto Lost Kids publicado, foram as artes e ilustrações que a compõe. É muito legal ver um traço diferente para a história a cada capítulo. Nos dá a impressão que a personalidade dos personagens muda conforme os desenhos, alguns com aparência mais cômica, outros mais épicos e outros mais maduros.

A concepção do reino de Akkades, não como um já saturado mundo medieval, mas como um mundo Steampunk torna as coisas ainda mais surpreendentes, mostrando uma mistura muito legal entre conceitos medievais e modernos criando algo raro de vermos fora das mesas de RPG. A busca incansável das crianças pela volta para casa, me lembrou muito a Caverna do Dragão. Porém aqui, em vários momentos da história vi as crianças (todas elas) trabalhando pra fazer acontecer. E de fato, personagens silenciosos são os que mais cativam, o que me fez gostar muito de JJ, e mais ainda da conclusão da história.

Outro ponto que deve ressaltar é a maneira como os personagens evoluem em busca da cidade sagrada de Samarkand. Ao contrário da caverna do Dragão, onde as crianças deixam claro que seu único objetivo é voltar para casa, Aqui vemos que em determinado momento a equipe se integra com o mundo de uma maneira muito legal, isso com ajuda dos personagens de apoio que também foram muito bem trabalhados. Posso dizer sem medo que Lost Kids é uma história que foge dos padrões e clichês e surpreende muito durante a evolução da trama. Junte isso tudo ao amado formato de HQ com ilustrações magníficas e você terá uma obra pra encabeçar a sua coleção com louvor.

Épicamente recomendado!

ERIC_ASS